terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Pela estrada afora, a torrada clássica do Maquiné

Quando se viaja de carro, ter um lugar limpinho e gostoso para esticar as pernas no meio da estrada é tudo, e com crianças a bordo, nem se fala. Quem viaja pela RS 101 em direção ao litoral gaúcho ou, no nosso caso, pela BR 101 (agora na versão duplicada e 100% melhor),...
...pode fazer a sua paradinha estratégica no Doces Maquiné. Já é meio um clássico das nossas estradas.
Lembro que por volta dos meus 12 anos, durante viagens para a praia, minha família costumava parar numa vendinha em Osório/RS que só tinha refrigerante, linguiças e queijos coloniais. Mais tarde, essa vendinha se transformou no “Império” Maquiné: lojas e filiais gigantes com diversos produtos caseiros,... 
...muitas mesas, um grande balcão  e lanches deliciosos.
Para mim, foi uma novidade conhecer o Maquiné da BR 101. Das mesas é possível observar uma vista linda do campo e da serra do Mar.
O banheiro é um capricho só. E as mamis têm um fraldário novinho para cuidar dos filhotes e amamentar. Ah, se todos as lancherias de beira de estrada fossem assim...
Vale a pena dar uma voltinha e conferir os produtos. 
Normalmente, gosto de levar um pão de aipim, goiabada ou geléia de goiaba e um feijão.
Depois de quase uma hora parada na BR 101, voltando para POA no dia 3 de janeiro, tive a visão do paraíso quando a minha torrada (ou misto quente, dependendo da região do Brasil) de pão caseiro chegou à mesa. TU-DO de bom! A torrada é gigante, por isso, dividi a minha com a Catarina.
O Mojo pegou pesado logo no café da manhã e pediu um café preto com um pastel de carne. Além da torrada, todos os pastéis do Maquiné são deliciosos: queijo, carne ou frango. Tudo fresquinho e nada gordurento.
 O Matias foi na sua infalível mamadeira (o atendente esquentou a água) e numa minúscula e gostosa nega maluca!
Pela estrada afora, nosso café da manhã, incluindo o pão de aipim que levamos para casa, custou R$ 30. Voltamos felizes para Porto Alegre e prontos para novas aventuras. Putz, não levamos nada para a vovozinha!

DOCES MAQUINÉ
BR 101, no 6364 – Km 91,5
Osório/RS
Fone: (51) 8182 6555

8 comentários:

euleiomagalimoraes disse...

Oi, guria!!
Saudade!
A gente sempre faz uma paradinha estratégica no Maquiné. E de saideira, brigadeiros pra seguir viagem com a alma doce.
beijos e feliz 2011.
Magali

Carol P disse...

Fico louca no maquine , q nem crianca heheheh

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

que é issoooooooooo???rsrsrs..eu ja tava aqui babando nos pães,ai vou lendo,lendo ..e me deparo com esse mega brigadeiro??sacanageeeem,rsrsrs...
adorei td!
beijokas e uma otima semana, a primeira do ano! ;-)

Priscilla disse...

Que sonho! É tudo o que a gente precisa numa road trip com as crianças. Em SP tem o Graal, mas não é tão acolhedor como o Maquiné.
Bjs

Buenos Aires para Niños disse...

Oi, Alexandra,
na subida da serra do Rio, para Itaipava, tem o Queijão, não tão acolhedor tb, mas com opções deliciosas para comer. As crianças tomam mate e compramos biscoito amanteigado de goiaba e biscoito de polvilho para levar na viagem. Já mais pra cima, tem a Casa do Alemão, para o tradicional pão com linguiça ou croquete de carne com mostarda preta. Para a vovozinha, quadradinho de chocolate com amendoim! E torce pra não ter nenhum lobo mau no meio do caminho e comer o doce antes de a gente chegar na casa da vovó. rsrsrsrs
bjs
Fernanda.

Cinderela Descaída disse...

Nada melhor que um pão de aipim (mandioca) com manteiga e geléia de goiaba! E, se tiver um queijinho colonial...aí é o paraíso! bjs

Mamma Mini disse...

Alê fiquei com fomeeeeeeeeee e achando o máximo um lugar no meio da estrada ter um lugar com trocadores tão lindo e limpo!!!!!!!! máximo, feliz 2011 pra vcs! beijos!

Alexandra disse...

Nossa, que saudades de todas vcs! Fiquei morrendo de curiosidade de conhecer o Queijão, Fernanda. Pelo visto todo mundo adora um lugar gostoso para parar numa road trip. Falta um lugar assim na estrada que vai de POA para Punta no Uruguai. Bjs grandes
Alexandra