quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Quem não gosta de empanadas?


Quando vi este post no Destemperados achei que tinha tudo a ver com o Destemperadinhos. As empanadas (um pastel de forno recheado) do Sanjuanino em Buenos Aires são clássicas e ótimas para um lanchinho family friendly na Recoleta. Quem escreve é o Diogo. Ele ainda não tem filhos, mas já tem dois sobrinhos fofos sempre por perto. Diogo, esta foto abaixo é a minha contribuição para o post. Um quadro na parede do restaurante com o Sr. Sanjuanino e a Sra. Antonio Banderas e seu pimpolho (da época em que o ator andava pela capital argentina fazendo o filme Evita, ou seja, muitos anos atrás).
Cachorro quente, bolo, pastel, pipoca, sanduíche, batata frita, pizza, galeto, coxinha, brigadeiro, croquete, ovo, churros, xis, espetinho, acepipes em geral (daí entra pastelina, bolacha, enfim…). Sabe por que tudo isso é tão bom? Porque, além de ser bom, a gente come com as mãos.
No meu caso, desenvolvo uma relação quase amorosa com isso tudo, porque rola aquele lance de contato, de carinho e de ficar um tempinho “mirando” onde será a próxima dentada.
Implico com gente que come qualquer uma dessas iguarias com garfo e faca. Assim como a sopa está para a colher, o sanduba, o pastel, e toda aquela turma toda estão para as nossas mãos. É simples, pra que complicar?
Por essas e outras, fazia tempo que eu vinha namorando o Sanjuanino, uma casa de comidas regionais argentinas (entre elas, empanadas caseiras legítimas).
Puizé, daí tinha aquela coisa bem argentina de ser, que é ver que nosso sotaque não era de lá, perguntando de onde vínhamos, pra que time torcíamos, do que nos alimentávamos e etc. Beleza amigão, tá bom o papo mas arruma essa gravata desbotada, toma aqui uma pastilha pra garganta porque tu tá rouco demais e me diz quais são as duas empanadas mais legais daqui. Traz uma pra mim e outra pro Pelé.
A primeira foi a clássica de carne. Simples, como tem que ser. E espetacular, como eu esperava. Tá, usei a faca só pra cortá-la ao meio, viu? E foi por vocês, por causa da foto.
A segunda foi a Gran Sanjuanina, de carne picante. A hipótese de qualquer coisa ser mais apimentada do que qualquer outra me desperta um interesse tremendo sempre. Mas nesse caso, a clássica de carne ganhou com anos luz de distância.
Melhor do que sentar num café qualquer e comer um doce com gosto de geladeira, é caminhar um pouquinho mais e ir até o El Sanjuanino, comer essas duas empanadinhas geniais com uma Coca-Cola na garrafinha de vidro e gastar os mesmos 20 reais. É tudo uma questão de escolha.
Posadas, 1515 – Recoleta
Buenos Aires / Argentina
Tel.: +54 11 4804
Todos os cartões



3 comentários:

A mãe dos Gêmeos disse...

Nossa, as empanadas são tudo de bom!!!!!Aqui do ladinho de Foz em Porti Iguaçu, tbém têm uma deliciosas!!!!
Bjos
Ana

Sheyla disse...

Nossa! Deua água na boca! Aqui em Milão tem um restaurante argentino maravilhoso: Don Juan. É de uma brasileira, casada com um italiano. Já fui algumas vezes com meus filhotes e eles adoraram as empanadas! Tudo de bom! bjs

Alexandra disse...

Oi Sheyla e Ana. Obrigada pelos comentários. Essa empanada é um SONHO! bjs