segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Feira Ecológica da Redenção, naturalmente gostosa como a vida deve ser

Ir na Feira Ecológica de sábado do Parque da Redenção (ou Farroupilha) de Porto Alegre é uma experiência gastronômica para todas as refeições em família da sua semana. E das boas! Tá certo que dá muita preguiça acordar cedo nesse dia. No entanto, quando consigo vencer a maldita, encontro um mundo de delícias saudáveis e nutritivas, além de diversão e lanches para a garotada (juro!).
O ideal é chegar antes das dez da manhã. Quanto mais cedo, melhor. Assim, fica fácil estacionar o carro e encontrar mais produtos disponíveis nas bancas. Levo minhas ecobags e vou feliz da vida. 
O programa fica ainda mais kids friendly quando o dia está bonito e vamos em família. Sim, toda a família. Nessa modalidade, é preciso estar lá a partir das dez – horário em que abre o parque de diversões. Pegamos a feira mais lotada, mas desse modo garantimos uma manhã de alegria para os pimpolhos que ficam brincando no Parquinho da Redenção, em frente à feira. 
Papai e mamãe dividem-se. Enquanto um vai com as crianças ao parquinho, o outro ( normalmente eu) vai às compras. 
A gente encontra muitos carrinhos de feira e de bebês...
É difícil poupar as crianças da pipoca ou do picolé do parque. Quando consigo, ofereço as comidinhas da feira. Por lá tem: milho cozido...
...suco de laranja...
salgados, pães integrais, entre outros alimentos naturais e orgânicos. 
O milho é o carro-chefe dos lanches. Como a feira é ecológica, nem sempre encontro ele por lá. Nas duas últimas vezes em que fui não achei. Presumo que não seja a época. Recomendo muito esse milho. É fresco e mais docinho, humm. Melhor que ele, só o milho doce - el choclo - do Uruguai. Agora, deve ser a época da laranja, bergamota...
Encho minha sacola de verdes para a semana. Brócolis (o Matias adora), cenoura, espinafre, morangos, ovos, temperinhos e outras peculiaridades que encontro somente por aqui, como um tipo de aipim especial, mais amarelo e saboroso (não é mandioca, é aipim mesmo). Outra novidade que amei é a batata doce laranja por dentro. Assada no churrasco faz o maior sucesso. Já fizemos até batata palha com ela.
Ah, já ia me esquecendo: tem alface romana também, aquela usada na famosa Caesar Salad americana. Finalizo minhas compras com umas flores lindas e baratinhas.
Depois de guardar as compras no carro, volto para encontrar a família e os amigos. É que sempre tem alguém conhecido por lá. Aproveitamos e combinamos um lugar para irmos almoçar. Quem quiser pode estender o passeio e dar uma volta no Parque até o Mini- Zoo da Redenção - é uma longa caminhada até lá.
Nas compras da Feira, gasto normalmente R$ 40. Quando me entusiasmo, com shitakes, por exemplo, vou a R$ 50. Os lanches da Feira são meros troquinhos. É um programa gastronômico bem de mãe, confesso. Mas bom para toda a família ir aprendendo a comer de forma saudável.

FEIRA ECOLÓGICA DA REDENÇÃO
Avenida José Bonifácio, s/nº (Parque Farroupilha).
Bom Fim - POA/RS
Sábados – 7h30/13h

5 comentários:

ana disse...

AMO! e vou praticamente todos os sábados. a bia, do alto dos seus três anos, é minha fiel companheira de feirinha.conhece todos os legumes e vegetais e vai provando tudo o que oferecem pra ela. depois sempre rola um parquinho, pracinha ou até mesmo uma passadinha no zoo. pra nós, uma delícia de programa!
beijocas

Tatiana disse...

Porto Alegre é demais!!!

Ligia disse...

Ah...Alexandra! Hoje, os Dstmps e sua filhotinha, me deixaram nostálgica...

Tudo porque o post do Diogo, me fez lembrar de minha avó Ema, e sua maravilhosa culinária de nonna italiana.
E agora você, mencionando a Feirinha do Parque Farroupilha, me fez lembrar de meu querido e saudoso pai, gaúcho de Porto Alegre, que sempre falava desse Parque da cidade dele.
E isso me trouxe muita saudade, desse lado da família paterna, que nos legou muita coisa boa!

Mas não estou triste, ao contrário, fico feliz, de ver que minhas raízes são muito boas, ligadas ao rincão Rio Grandense, terra maravilhosa, da qual me orgulho de ter laços!

E que, por alguma razão, quis o destino, que eu chegasse até vocês todos.
Adorei seu programinha familiar, e suas compras muito gostosas, de produtos da terra. Barato, não? Ah...e amei as flores, que tem a cor preferida da Catarina: o lilás, né?
Beijinhos, agradecidos, dessa cariúcha.

euleiomagalimoraes disse...

Oi, Alexandra!
Só pra dizer que o blog está cada vez melhor. Eu sempre passo aqui pra acompanhar tuas aventuras gastronômicas. As fotos também são deliciosas! E o que são os dedinhos gordos do Mathias ajudando a colher? E de tanto te acompanhar, logo a Cata vai postar alguma coisa aqui. Beijão. Magali

Viagem e Viagens disse...

Concordo!! O lugar é realmente ótimo! Adoro fazer minha feirinha alí pq é tudo fresquinho e perto de casa! ;)